Uma das vantagens da Troika

Uma das muitas vantagens da vinda da Troika foram sem dúvida as Reformas que fomos obrigados a fazer. E fomos obrigados porque não tivemos sozinhos a capacidade de nos libertar do “tachismo” e dos “Velhos do Restelo”.

Ora com a bancarrota iminente e tendo pessoas imparciais a analisar o País, foi possível traçarem-se metas reformistas que levaram à melhoria dos vários serviços.

Uma das Reformas que me é mais querida é precisamente a da Justiça. Um País onde a Justiça não actua sem dó nem piedade e onde ela está condicionada é um País condenado. E assim foi no período socialista (Guterrista e Socrático) tendo terminado esse triste fado em 2011.

A noticia que aqui me serve de base mostra as diferenças entre o “antes” e o “agora” e demonstra porque é que as coisas não funcionavam apesar de termos todos os meios disponíveis.

Eu sou contra as nomeações politicas. Acho que essa é uma pesada herança do Regime que me nada ajuda ao crescimento e desenvolvimento do processo democrático. Senão vejamos: os Juízes do TC são nomeados políticos, só um é de facto constitucionalista e são o maior estorvo à liberdade, à democracia e à igualdade.

O Procurador- Geral da República também é nomeado e foi o maior estorvo possível à actuação da Justiça. Se Pinto Monteiro fosse PGR, tenho a certeza que D. Pinócrates continuaria livre a gozar dos seus esquemas e que o caso BES nunca teria atingido estas proporções. Maria de Lurdes Rodrigues nunca teria sido condenada e por aí fora.

É de facto reconfortante e tranquilizador que a Procuradoria agora faça o que lhe compete, que zele pelo bom funcionamento da Justiça mas também pela boa actuação dos senhores Juízes, que lhes dê todas as condições para que executem o melhor trabalho de preferência no mínimo tempo possível para que sejam tão produtivos quanto desejável.

Não seria o caso de levantarem um inquérito ao sr. Pinto Monteiro por crimes de lesa pátria? Eu não me canso de falar nesta tipologia pois é este que eu acho que se enquadra naquilo que foi praticado. Se há provas de coacção ou de manipulação dos processos, isso não deveria ser julgado? Fica a sugestão e a esperança de que isso um dia aconteça.

Aqui vos deixo o artigo que me serviu de base.

http://observador.pt/2015/03/25/no-tempo-do-dr-pinto-monteiro-quem-tinha-processos-mediaticos-acabava-com-processos-disciplinares/

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s